Os fabricantes de smartphones vão poder utilizar a tecnologia Tango, da Google, nos dispositivos que integrem os próximos processadores da Qualcomm.




Há um ano e meio que a Google e a Qualcomm trabalham em conjunto para que os próximos processadores Snapdragon tenham suporte para a tecnologia Tango – que traz a Realidade Aumentada para os smartphones. Os próximos SoCs Snapdragon 800 e 600 vão integrar tecnologia que permite que o exigente trabalho da Realidade Aumentada (mostrar informação sobre imagem real) exija apenas 10% do processador do terminal, ficando o resto das operações entregues a outros chips. O fabricante também enaltece o facto de apenas serem consumidos 2W de energia neste processamento. A notícia é avançada pela Ars Technica.

O primeiro telefone a suportar a tecnologia Tango é o Phab 2 Pro, da Lenovo. Um terminal apresentado nos EUA e onde a Exame Informática esteve em exclusivo para Portugal. O telefone da Lenovo não usa, a tecnologia desenvolvida pela Qualcomm – tem um processador Snapdragon 652.

Com este desenvolvimento, a tecnologia de Realidade Aumentada, da Google, pode acelerar a sua massificação.
Axact

Axact

Vestibulum bibendum felis sit amet dolor auctor molestie. In dignissim eget nibh id dapibus. Fusce et suscipit orci. Aliquam sit amet urna lorem. Duis eu imperdiet nunc, non imperdiet libero.

Post A Comment: